Entenda a realidade na Emgepron.

Entenda a realidade na Emgepron.
Observem: Nesse Blog não há intenção de denegrir ninguém. A ideia é tornar pública as injustiças e estimular a luta por justiça. As referências feitas a pessoas são meramente por situações ocasionais e contextuais que ajudam ou, muitas das vezes, dificultam essa tão sonhada justiça, situações típicas de "ligar o milagre ao santo" que o praticou. O Blog se destina a crônicas, opiniões, desabafos e comemorações sobre a vitória dos Trabalhadores sobre a Injustiça.

DOCUMENTO PUBLICADO EM 23 DE AGOSTO DE 2014.

DOCUMENTO PUBLICADO EM 23 DE AGOSTO DE 2014.
DOCUMENTO DO 1° DN À PROCURADORA ISABELA TERZI DO MPT/ADMINISTRAÇÃO DA ESTATAL CONTRATOU O ADVOGADO DE 1 MILHÃO QUINHENTOS E QUARENTA E OITO MIL REAIS PARA ANULAR A SENTENÇA TRANSITADA EM JULGADO.

quinta-feira, 17 de março de 2016

Segundo interpretação coletiva dos presentes, Juiz Cláudio Olímpio Lemos de Carvalho, da 48ª VT, proíbe Oficiais da Marinha do Brasil que controlam a Estatal de demitir Trabalhadores. leiam: Lista com números dos Demitidos no AMRJ.

   
Inseri nas postagens algumas das figuras e charges avisando que havia um Golpe em curso contra os Trabalhadores:


    Segundo interpretação coletiva dos presentes à Audiência, Estatal está proibida de demitir seus Empregados pelo Juiz Cláudio Olímpio Lemos de Carvalho, até que ele dê sua sentença sobre a demanda dos Trabalhadores. A Sentença será Dia 9 de Maio.


    Caso haja demissões, incentivem os trabalhadores demitido a comunicar o fato ao Sindimetal Rio imediatamente.
  
    Quanto a crítica ao sindicato, só tenho uma coisa a dizer: O mestre aparece quando os alunos estão prontos (querendo aprender). Se os trabalhadores se levantam, eles são obrigados a se levantar juntos e virem com carros de som e faixas; se os trabalhadores pararem, eles são obrigados a apoiar a paralisação.

    Não culpo a aparente inércia do sindicato ou da sua fragilidade jurídica diante do sistema judiciário espoliativo ao povo trabalhador pois todo o sistema, incluindo sindicatos, são subordinados à força das massas organizadas, uma vez que, ainda, vivemos numa DEMOCRACIA (Poder do Povo).

    Não tive nenhuma importância ali, além da importância que os que estavam presentes tiveram. O que aconteceu foi que tive apoio moral, sim, dos trabalhadores presentes e dei meu apoio moral com a mesma intensidade.

    Ali, em frente ao Brizolão, 50 trabalhadores de luta estavam ao meu lado e eu ao lado deles, enquanto lá, na audiência, pelo menos uns vinte trabalhadores ajudavam as advogadas do Sindicato a questionar a Estatal diante do Juiz.

    Todos os presentes tiveram grande importância ali. Todos, sem exceções.

Observem o texto abaixo:
Estatal apresentou essa lista com números de demitidos.

Hoje eu e Tiago fomos ao Sindicato. Chegando lá, nos foi apresentada essa lista de demitidos que está nos Autos do Processo.
  1. De imediato, Tiago reconheceu que na função dele só aparecia uma demissão, enquanto ele sabia que havia muitos mais demitidos, todos companheiros dele, ou seja, essa lista não fala a verdade sobre os fatos (há algo escondido).
  2. Como temos dito aqui, temos informação que foram mais de 500 demissões. Na verdade, a informação passada a mim são de 570 trabalhadores demitidos (algo em torno de 60% dos 950 trabalhadores no AMRJ).
  3. Tiago ficou incumbido pelo Sindicato de, até amanhã, dia 18, apresentar ao Sindicato as Comunicações de Dispensas recebidas, dia 12/2, e assinadas como cientes pelos Trabalhadores demitidos, juntas com seus nomes e funções escritos. O objetivo e contestar a afirmação da Estatal de que somente houve esse número de demitidos acima.
  4. Para isso, é importante que todos que lerem entendam que o Sindimetal Rio tem 5 dias para apresentar documentalmente toda afirmação de que as demissões foram uma forma de agressão.
  5. Levamos até ao sindicato séries de informações que estavam em nosso poder, mas surgiu essa questão: Esse número de demitidos é maior que a lista acima afirma ter sido e Tiago viu isso e já conseguiu provar
    Deixo aqui, novamente, meu agradecimento pessoal, como homem, como trabalhador, como Pai de família, a todos que estiveram unidos ontem, e, em especial, ao Ocimar da Fábrica de Munição da Marinha (FAJ), ao Pessoal do Laboratório da Marinha (LFM), ao Alexandre do Instituto de Pesquisas da Marinha (IPQM), ao Thiago Serralheiro, ao Nilo, ao Leonardo, Paulo Sérgio (mendigo) e outros (estes últimos, mesmo não tendo sidos demitidos naquele ato brutal contra o direito de luta dos trabalhadores, estiveram presentes à manifestação embaixo daquela chuva torrencial).


Como meio de comunicação, o Blog agradece.

Dia 29 de Março, o Sindicato convoca os Trabalhadores para um Ato Unificado e no Dia 9 de Maio, o Juiz estará dando a Sentença, após ouvir o Fiscal do Trabalho que será designado por ela a averiguar as denúncias dos Trabalhadores.

27 comentários:

  1. Alexandre esua sentença do dia 9 de Maio será referente ah nossa reintegração obrigado

    ResponderExcluir
  2. Alexandre meu amigo, para de dar moral esses caras que não somam nada para causa", não tem essa de que o blog é democrático, eu penso assim: eu e ninguém levaria um estranho pra dentro de nossas casas, no caso e que tu estais fazendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estranho.....é Quem se denomina anónimo ....pois Quem da a cara e não se esconde não pode ser anónimo....e por isso que eu não apareço....aparecer para que ? Para defender interesses de uma maioria que se esconde e crítica a quem toma atitude para ajudar .....de fato não se pode dar pérolas aos porcos.

      Excluir
  3. Pois esses camaradas não são bem vindo entre nós os verdadeiros guerreiros", só falam besteira, e acaba contagiando outros, e as vezes eu penso que tu gosta de ficar sendo insultado, você gosta... pois eu acho que não.se tiver reintegração esses covardes ainda vão ser dar bem.





    ResponderExcluir
  4. Porque ah emgepron não forneceu nome eh matrícula das pessoas que foram demitida

    ResponderExcluir
  5. O analfabeto na semana que vêm iram ser demitidos mais 150 e vc. é um deles.

    ResponderExcluir
  6. Estou orando pela luta dos trabalhadores da EMGEPRON e acompanho pelo blog, pois um dia já estive nessa situação. Informo que o meu processo de motivação de demissão está em agravo de instrumento, pois a presidência do TRT continua contra a CF/88 e os trabalhadores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De vez em quando vou até seu processo ver o andamento e me posto a pensar o quão conivente é a justiça com a injustiça que a agentes do AMRJ, a serviço Estatal, praticaram contra você.

      Abraços, caro amigo.

      Excluir
    2. Sei que vcs irão reverter esse quadro e torço para que vc não perca a fé nos estudos. Espero que vc continue aquela nossa disputa por conhecimento, pois eu continuo.

      Excluir
    3. Meu caro amigo, não perca a fé que iremos vencer essa batalha contra a pessoalidade no serviço público e o assédio moral que lá existe. Continue estudando e dando sempre seu melhor. abc

      Excluir
  7. Alexandre oh auxílio desemprego está sendo pago obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está afirmando ou perguntando? O final da frase não tem pontuação. Até onde sei, pagamento do Seguro Desemprego é bloqueado para empregados públicos. A Estatal entrou com mandado de segurança, mas foi indeferido, obrigando os trabalhadores a fazerem seus recursos a Brasília, um tempo médio de 45 a 90 dias para se ter resposta.

      Excluir
  8. Nenhuma ofensa será publicada. O Analfabeto está tendo seus comentários excluídos, pois esse foi um pedido da maioria dos que falaram comigo pessoalmente sobre o Blog.

    Não tenho nada contra quem escreve aqui, seja a forma que quiser usar, mas não haverá ofensas a terceiros.

    ResponderExcluir
  9. Alexandre como eh feito esses recurso pro auxílio desemprego obrigado

    ResponderExcluir
  10. Obrigado, Alexandre! O analfabeto é muito chato, e em nada acrescenta.

    ResponderExcluir
  11. ALALEXANDRE COMO EH FEITO ESSE REQUERIMENTO PRA RECEBER OH AUXILIO DESENPREGO. Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois da homologação feita, isso é, a Estatal homologar dentro do prazo de 4 meses (120 dias), você irá levar o termo de rescisão do contrato à CEF e dará entrada, vão verificar que o CNPJ da Estatal está bloqueado para saque, então é feito o recurso ao MTE/Brasília. Alguns recursos vêm com autorização de saque, outros não.

      Se vier com autorização de saque negado pelo MTE/Brasília, vá até o sindicato ou ao seu advogado que eles pedem uma liminar a um juiz do trabalho solicitando a liberação do seguro.

      Lembre-se que a Estatal deverá homologar dentro de 4 meses, se não se perde esse direito.

      Excluir
  12. ALEXANDRE ESSE RECURSO EH FEITO QUANDO SI DA ENTRADA AO AUXÍLIO DESENPREGO OU TEM QUE ESPERA AH RESPOSTA DE BRASÍLIA DESCULPA TE INCOMODA COM ISSO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Naturalmente, todas empresas que trabalhei, por mais sem vergonha que fossem, reconheciam haver sindicato dos trabalhadores, não bloqueavam seu CNPJ... então, vai entender que essa loucura de não homologar em sindicato dos trabalhadores por causa de mimi de militares é coisa estranha para mim.

      Mas, é natural que o recurso seja feito após a entrada no FGTS na Caixa e aparecer código do Bloqueio para saque. Na própria Agência é feito o Recurso.

      Entenda, o que estou dizendo aqui achismo de um leigo. Você deve procurar seu Advogado e se informar melhor.

      Excluir
  13. Obrigado AlAlexandre. Boa noite eh desculpa te incomoda com isso abraço

    ResponderExcluir
  14. Não se dê ao trabalho de publicar, .Alexandre Mas venho protestar por, mais uma vez, ter tido meu comentário censurado por você. Você é um manipulador, Alexandre! No momento em que apontada ua contradições, você CENSURA! Logo você que se diz vítima de covardia de parte do oficiais da Marinha… que vergonha!

    ResponderExcluir
  15. amigo alexandre, não esqueci de falar com o assessor do deputado federal,sexta feira segundo ele vou estar com seu filho, ja antecipei tudo a ele sobre a nossa luta. contra essa empresa.depois passo pro nilo, derrepente vou precisar levar alguem comigo, o filho do deputado vai conversa comigo, ele ja me conhece,um abraço, qualquer novidade falo pro nilo.um abraço

    ResponderExcluir
  16. “Antes de começar a criticar o mundo, dê três voltas dentro de casa” (Provérbio Chinês)

    Estava pensando em usar esse espaço para parabenizar a coragem e engajamento que os 15 da Praça Mauá tem tido para com os interesses dos 560 demitidos (passivos aos acontecimentos). Também imaginei, como num último suspiro de esperança, convocar essa massa atônita ao envolvimento na causa, que por sinal é de todos.
    Mas ao deparar com o Provérbio Chinês acima, vi que, na realidade, todos que ainda se interessam por essa luta já deram essas 3 voltas dentro de suas casas e é exatamente por isso que ainda lutam. Não porque querem ter o prazer de criticar os que não fazem nada, e sim porque sabem que os problemas que enfrentam e sentimentos que os “perturbam” são os mesmos da grande maioria dos demitidos.
    Não adianta ficar na frente da tela do celular criticando, muitas vezes de forma anônima, a injustiça que a empresa cometeu ou o colega que está no mesmo “barco” que o seu. Suas reclamações e pedidos não serão lidos, muito menos atendidos. Você está desperdiçando tempo e força, e só aumentando seu sentimento de inconformismo e mágoa gerado pela perda, isso não é saudável!
    Vejo que a ficha ainda não caiu para essa maioria e que, em geral, estão perdidos sem saber o que fazer devido as tantas desinformações e tentativas (com sucesso) de desestabilização e desunião de todos, por parte de um grupinho que ainda não sabemos quem é.
    Enfim, meus parabéns vão para todos! Pois é preciso muita coragem para enfrentar essa crise política e econômica que passamos, desempregado então, nem se fala!
    E minha convocação é para que todos deem essas 3 voltas dentro de sua casa e tragam para o grupo todas suas forças, esperanças e ideias, a fim de reiniciarmos uma luta por justiça. Ninguém precisa parar sua vida, mas 500 cabeças pensam melhor que quinze, o trabalho será bem mais eficiente e os resultados eficazes.

    ResponderExcluir

Quando um homem perde a fé em algo, ele perde a motivação de lutar por esse algo.

Devida situação atípica, os Comentários estão abertos.