Entenda a realidade na Emgepron.

Entenda a realidade na Emgepron.
Observem: Nesse Blog não há intenção de denegrir ninguém. A ideia é tornar pública as injustiças e estimular a luta por justiça. As referências feitas a pessoas são meramente por situações ocasionais e contextuais que ajudam ou, muitas das vezes, dificultam essa tão sonhada justiça, situações típicas de "ligar o milagre ao santo" que a praticou. O Blog se destina a crônicas, opiniões, desabafos e comemorações sobre a vitória dos Trabalhadores sobre a Injustiça.

HÁ UM PATRIMÔNIO DA ESTATAL QUE PRECISA DE INVESTIMENTO.

HÁ UM PATRIMÔNIO DA ESTATAL QUE PRECISA DE INVESTIMENTO.
Clique e Curta a página; receba atualização do Blog diretamente pelo Facebook.

Há um Patrimônio da Estatal que precisa de investimento.

Há um Patrimônio da Estatal que precisa de investimento.
Esse texto foi entregue a mim por um servidor do Arsenal um pouco antes do recesso.

Ouçam o Áudio da Audiência de Execução em 23/09/2014.

Ouçam o Áudio da Audiência de Execução em 23/09/2014.
Na Audiência: Juíza Gláucia Zuccari, Advogados contratados pela Estatal, Capitão de Mar-e-Guerra (preposto), Pessoal do Sindicato e Trabalhadores da Estatal.

O Blog tem a visão de que, independente de decisão judicial, a injustiça feita tem que ter um fim.

O Blog tem a visão de que, independente de decisão judicial, a injustiça feita tem que ter um fim.
Nossa luta é por direitos trabalhistas que a mais de 14 anos está nos tribunais. A Estatal Federal EMGEPRON, apoiada pelo DEST/MPOG, tem levado esse processo às esferas judiciais superiores. Sempre se esquivando de cumprir ordens judiciais transitada em julgado peloTribunal Superior do Trabalho em Brasília (TST).

sábado, 20 de dezembro de 2014

Dessa forma mostraremos aos diretores da empresa que estamos unidos e que a nossa falta faz a diferença.


Meus amigos.


Eu desejo a todos um Feliz Natal.


Sobre a ideia da doação de sangue, creio que é uma boa. Devemos todos participar, pois ajudaremos centenas de pessoas.


Sendo assim, iremos nos reunir na candelária as 7:30 e iremos em passeata para o Hemorio.


O procedimento de doação não leva mais do que 6 minutos. Além disso ganharemos um lanche antes e depois. Não doí e teremos o nosso dia abonado. Dessa forma mostraremos aos diretores da empresa que estamos unidos e que a nossa falta faz a diferença.


Imaginem todos no dia seguinte entregando o abono que não precisa fazer R.F? E não ter que dar explicação a ninguém e muito eles poderão contestar o abono.




Ass: João Carlos.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

A Administração dessa Empresa Pública só pensa em como investir seu lucro no Órgão Público que a criou: Marinha do Brasil.

  Mais um ano e nossa situação continua a piorar... A Administração da Estatal continua indiferente as angústias sofridas pelos Empregados da Estatal. 

   Enquanto isso, pais e mães de família sofrem com um arrocho salarial que vai, em 1º de Janeiro, para o 5º ano consecutivo. São cinco anos em que os Empregados da Estatal não têm seus salários reajustados. Os Trabalhadores da Estatal sofrem um empobrecimento ilícito e cruel.

   O PCS da FIA talvez seja a saída para tirar os Empregados desse arrocho terrível, mas cadê o PCS da FIA?

   A FIA disse aos Empregados da Estatal que o PCS, o qual ela foi contratada pela Administração da Estatal para fazer, antes de ir para o DEST/MPOG para aprovação, seria apresentado aos Empregados... Isso não aconteceu... O PCS da FIA foi para Brasília (DEST) e ninguém sabe nada sobre valores, sobre quando será implantado, quais as regras para promoção e etc.; a FIA simplesmente não responde as indagações dos membros da comissão.

   A Juíza Gláucia, naquela Audiência de Execução do dia 23/09 (áudio, transcrição), aos 1h 39min 28seg, a Juíza Gláucia e Drº Medina, o advogado contratado pela Estatal, falam sobre nossa situação:

   _ O Advogado diz para a Juíza: "eu acho complicado para arrumar as coisas em um prazo como esse aí...
A Juíza responde ao Advogado: "_ Eu quero... Eu quero... Eu quero que se resolva isso até o final do ano, para que até janeiro esse valor esteja na conta."

   ...E nada...

   O Almirante Mário, Diretor do Arsenal (AMRJ), há exato um ano atrás, ao fazer a cerimônia de entrega de medalhas aos servidores do ano, em dezembro de 2013, almoçou no Rancho Geral (rancho dos empregados de nível fundamental) e prometeu aos trabalhadores que estavam próximos a ele que esse ano (2014) a situação salarial deles iria melhorar...

   ...e nada...

   A "luta" entre Sindicato e Estatal só teve êxito de verdade na liberação dos impostos sindicais que "por um milagre" foi liberado sem a Estatal interpor um único recursos judicial...

   Mas, no assunto salarial, a Estatal busca anular a Sentença que deu a representatividade ao Sindimetal Rio... Ou seja, o tempo para o Sindicato não conta... Se a Estatal anular essa decisão de 2009, o Sindicato inicia um novo processo e daqui a 14 anos, eles conseguem liberar a conta de impostos sindicais depositados em juízo, mas nada podem fazer para resolver a situação salarial dos Empregados da Estatal...

   ...E nossa situação em nada se resolveu.

    Ainda lembro perfeitamente do Wallace, diretor jurídico do Sindimetal Rio, falando comigo, Rodrigo, Nilo e João Carlos e outros trabalhadores presentes à reunião sobre o fim da luta judicial da Estatal na liberação dos impostos sindicais, algo em torno de R$ 3.000.000,00...

   O Wallace falou conosco que isso tratava-se de uma "armadilha", pois, quando a Estatal liberasse a grana, ela assumiria judicialmente que o Sindimetal Rio nos representa e nossa situação iria melhorar, pois o Sindicato iria brigar pela implantação da CCT...

   ...e nada...

   Companheiros, eu gostaria de desejar-lhes um Feliz Natal... Mas sei que pelo menos 1300 trabalhadores dentre nós passarão um Natal em apertos financeiros... Passarão um Ano Novo cheios de Preocupações com dívidas, com a alimentação de sua família, preocupação com conta de luz... de Telefone, aluguel de casa etc., isso é injusto demais!

   Não seria verdadeiro fazer-lhes esse cumprimento de Feliz Natal, por aqui... Eu não seria justo e verdadeiro com os centenas de outros companheiros que não passarão um Natal Feliz e que não terão um Ano Novo Feliz.

   São trabalhadores mal remunerados!!! Paguem salários justos a eles para que haja justiça.
   
   "Esse Blog deve desculpas ao X-Ray..." 

   Esse blogueiro errou com ele... Realmente, tudo que ele falou está acontecendo... 

Mas, eu fiz uma escolha... Me parecia a escolha certa a ser feita, e não me arrependo; embora a posição imparcial entre Sindicato e Estatal, aconselhada por ele, teria sido a mais acertada".

   Companheiros, deixo em suas mãos a decisão de fazermos ou não fazermos o Ato Pacífico em forma de protesto contra tudo isso. O ATO proposto pelo Blog: Um dia de Ato de Doação de Sangue à Hemorio.

   Sairíamos, após o expediente de Trabalho e, ainda dentro do AMRJ nos reuniríamos, iríamos a pé pela Avenida Presidente Vargas até o Hemorio.

   Seria um dia de protesto com uma Passeata Pacífica para chamar a atenção do Governo para nossa situação. 

  São cinco anos sem reajustes salariais. A Estatal faz somente a reposição da inflação (IPCA) por ser forçada por lei... 

   A Situação é angustiantes em muitos lares... Mesmo diante disso a Estatal permanece uma pedra mármore, de tanta frieza.

   Precisamos da União dos Engenheiros, Técnicos e Administrativos... Precisamos que os Verdinhos, Engenheiros, Técnicos e Administrativos se apoiem e decidam sobre essa posição do Blog.

   Podemos chamar a atenção da imprensa com esse Ato... Podemos chamar o Sindicato à responsabilidade quando nossa luta vier à tona através de atos como esse.

   Há inúmeras formas de protestos como arrecadação de gêneros alimentícios à Entidades que cuidam de deficientes, idosos, dependentes químicos... 

  Podemos fazer com que a luta dos Empregados Públicos da Estatal venha a tona. Trata-se de uma luta justa onde tudo que se  pede é salário justo... Com esse salário base da Estatal não dá para continuar. 

   A Estatal se mantém em silêncio... O Sindicato não quer receber os Empregados da Estatal... E, tudo que nos resta somos nós mesmos.

   Há uma conscientização da nossa situação muito maior nos Empregados da Estatal do que eu imaginava. 

   Há um potencial para exigir essa mudança em nós... Eu vi isso nesse tempo em que os Empregados da Estatal conversaram sobre o fechamento temporário do Blog... Falaram sobre a necessidade de fazermos algo para provocar essa mudança.


video


video
O Almirante Mário, durante a Inauguração do Rancho Geral, disse uma frase que me magoou profundamente: Ele disse que, em troca da reforma do Rancho Geral, tudo que ele pede é nosso trabalho... (Como assim? E salário? E nossa Situação de arrocho salarial cruel que já dura 4 anos?)

   Há homens e mulheres, Empregados Públicos da Estatal que Trabalham no AMRJ, Almirante Mário. São homens e Mulheres que estão passando fome com seus filhos e filhas, a essa mesma hora que escrevo esse texto nesse Blog.

   Há homens e mulheres que chorarão, em vez de se alegrar, nesses dias de festas cristãs, dias 24 de dezembro e de virada 31 de dezembro a 1º de Janeiro de 2015... Eles não terão nada para comer em suas casas durante essa comemoração cristã... Eles não terão um presente de R$ 1,99 para presentear filhos ou netos.

   Eles estão a cinco anos sem terem seus salários reajustados... Seus salários sofrem um empobrecimento no poder de compra que os remete a pobreza extrema. São trabalhadores, Almirante Mário... A Estatal é o local onde estão seus empregos. 

   Como homens e mulheres poderão dar seu trabalho com todo prazer somente em troca dessa reforma do Rancho Geral, quando eles deixam seus filhos e filhas sem ter o que comer em casa? Quando eles não sabem como pagar seu aluguel? Quando eles não sabem como pagar a conta de luz e telefone?

   Como poderão produzir efetivamente bem, com amor, quando, em uma época de festas cristãs como essas, o Arsenal (AMRJ) lhes tiraram o único meio de fazerem eles ganharem uns cem reaiszinhos a mais com horas extras, serões, pernoites e dobras? Isso foi um ato administrativo covarde e cruel contra os Empregados da Estatal que estão sendo mal remunerados... 

   Eles trabalham com afinco e amor, mas não pelo "picado" do Rancho Geral com ar condicionado, mas por pensar em suas famílias: A Estatal Emgepron é o empregador deles. Eles escolheram trabalhar na Estatal e tudo que pedem é salário justo.

   Concordo que houve melhorias... Esse Blog mesmo denunciou e publicou imagens do Rancho Geral entregues aos Ratos, Pombos e Baratas... E, há um bom tempo que não vejo ratos, pombos e baratas em meios aos pratos e talheres do Refeitório. 

   Mas, é exatamente isso que se espera em um ambiente em que se vai fazer as refeições: "higiene e respeito... Tanto aos Militares quanto aos Trabalhadores Civis.

  Um ambiente limpo e higienizado são os que se esperam em um refeitório.

video


video
A fila continua enorme na Entrada do Rancho Geral. Isso dificulta os Trabalhadores fazerem sua refeição em seu horário normal.

Todo dia é a mesma coisa: Lugares vazios dentro do Refeitório e os Fuzileiros Navais impedem os Trabalhadores de entrar no Rancho. A ideia que os Militares que controlam a entrada de Trabalhadores no Rancho Geral passam para os Trabalhadores é que eles forçam a barra, literalmente, para piorar nossa situação. 

   No vídeo, podem ver dezenas de lugares vagos no Refeitório do Rancho Geral, e eles impedem a Entrada dos Trabalhadores no Refeitório. Simplesmente deixam centenas de Trabalhadores do lado de fora do Rancho. E é isso que causa o caos: o excesso de restrição à entrada dos Trabalhadores ao local das refeições leva, em média, 45 minutos só para o Trabalhador conseguir entrar no Refeitório.

   



   A entrada de Trabalhadores no Refeitório do Rancho Geral fica restrita a 15 em 15 Trabalhadores, por vez, com intervalos de até 10 minutos entre cada grupo que entra... Isso causa mal estar nos Trabalhadores por ficarem tanto tempo expostos ao tempo aberto, devido ao sol quente.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Empregado da Beit Terceirizações de Serviço processou a Estatal e a terceirizada, tem ganhado todas na justiça.


 Processo: 0001236-53.2010.5.01.0011

RTOrd Aut: Marcionilio Ferreira da Silva [Adv. Marcos Leandro Goncalves Novaes (OAB: RJ 79623 - D)]

Réu: Beit Terceirização de Serviços Ltda. [Adv. (Sem Advogado Nos Autos - Ativo) (OAB: RJ 1 - D)],

Réu: Empresa Gerencial de Projetos Navais - EMGEPRON [Adv. Carlos Gomes Moutinho de Carvalho (OAB: RJ 77410 - D)]

TI: União Federal

Destinatário(s):

Réu Empresa Gerencial de Projetos Navais - EMGEPRON.

No prazo de 48 horas, depositar o valor remanescente atualizado da execução (súmula nº 12 deste E. TRT/RJ). Uma vez que a sentença prolatada é liquída, a Ré EMGREPRON fica ciente de que o juízo observará os efeitos da preclusão ocorrida nos autos e considerará como ato otentatório à dignidade da Justiça (art. 599, inciso II do CPC) a resistência injustificada às ordens judiciais, sendo que tal da conduta implicará na aplicação da penalidade contida no art. 601 do CPC, no percentual de 10% sobre o valor atualizado da execução, em favor do Autor.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

O Blog entende que não podemos esperar pelo Sindicato, infelizmente.



DEIXO OS EMPREGADOS DA ESTATAL DECIDIREM SOBRE A OPINIÃO EXPOSTA PELO BLOG NESSA POSTAGEM:



   O Blog propõem aos Empregados da Estatal que façamos, de forma organizada, o Dia de Doação de Sangue no Hemorio. Depois do Expediente, às 16h30min , todos se reuniriam e sairiam, em passeata, até o Hemorio para doação de sangue.

   Trabalhadores, se conseguirmos colocar esse Ato em prática... Se conseguirmos nos unir, todos nós, Empregados Níveis Superior, Médio e Fundamental daremos um passo forte na nossa união para mostrar ao Governo que nossa situação está no limite e precisamos que revejam suas políticas de remuneração para os Trabalhadores da Estatal. 


   Não há outro jeito de falarmos ao Governo Federal; o Governo só houve os Empregados Públicos quando esses estão na Rua protestando.






   Entendo que parar trânsito sair para protestar dentro expediente são ações extremas e muitos não podem e outros não querem deixar seus postos de trabalho. Isso prejudica o ato. É por isso que sugiro que façamos esse ato pacífico de sair, após o expediente, e nos dirigirmos, à pé, para o Hemorio, no centro.

   Somos trabalhadores e pedimos que haja melhoria salariais imediatas à nossa situação. Há empregados da Estatal passando fome e nós precisamos reagir a isso, precisamos exigir dignidade e respeito.
   Esse Blog, assim como a maioria dos Empregados da Estatal, acreditou que a Representatividade pelo Sindimetal Rio traria em seu bojo os reajustes salarias dos Trabalhadores, mas não tem sido assim... Não foi isso que aconteceu e não podemos esperar por uma decisão judicial que mesmo transitada em julgado é ameaçada de ser anulada por "Ação Revisional da Sentença da Juíza".

   O Blog entende que não podemos esperar pelo Sindicato, infelizmente.
   Há um clamor unânime entre os Trabalhadores da Estatal que devemos fazer algo para mudar nossa situação, pois já não acreditam no Sindicato. 

   Todos pedem ação e reação.
    O Blog, ouvindo alguns trabalhadores, entendeu que devemos chamar a atenção do Governo para nossa luta por políticos, ou com ação de rua e protestos; o Blog tem enviado e-mail não só ao Senador Romário mas a outros Deputados Federais e Senadores. Até o momento, nenhum e-mail foi respondido.
    A proibição da Administração do Arsenal (AMRJ) aos Empregados da Estatal de fazerem horas extras após o expediente, aos sábados, domingos, feriados e pernoites tem levado muitos trabalhadores à preocupação com dívidas, com a alimentação de sua família, com aluguel, conta de luz e água, bancos etc.
    São homens e mulheres, ocupantes de empregos públicos, mal remunerados que sempre contaram com esse meio de aumentarem um pouquinho seu salário, muitas das vezes descontados pelos empréstimos com margem consignada.

É sabido por eles, Administração do Arsenal (AMRJ) que o salário pago aos Empregados pela Estatal é muito baixo, que é um salário que impossibilita qualquer trabalhador (a) manter uma casa, com suas despesas, com esposa(o) e um(a) filho(a), esse decisão de proibir os Trabalhadores da Estatal de fazerem esses extras acabam por "estrangular" financeiramente boa parte dos Empregados da Estatal que não tem um segundo emprego ou bicos, aqui fora.

   Os Empregados da Estatal têm se ressentido do descaso com seus direitos pelo Sindicato dos Metalúrgicos.
   O arrocho salarial impetrado contra os Empregados da Estatal e a falta de ação efetiva do Sindicato para que esses Empregados, no mínimo, recebam piso salarial digno, têm deixado os Empregados da Estatal cada vez mais descontentes com a Diretoria do Sindimetal Rio.

O HEMORIO FUNCIONA ATÉ ÀS 18H.



 ONDE DOAR
- - - - - - - - - - - - - - - -
O HEMORIO localiza-se na Rua Frei Caneca, 8, Centro - Rio de Janeiro
Horário de funcionamento: todos os dias de semana, de 7 às 18 horas, inclusive finais de semana e feriados.


Por questões de segurança, não será permitida a doação de sangue do doador acompanhado de menor de 12 anos.

Como chegar ao HEMORIO: ( Mapa do Hemorio)

MEIOS DE TRANSPORTE

Veja outros Serviços da Hemorrede do Estado do Rio de Janeiro onde você também pode doar sangue.


HEMORIO - HEMOCENTRO COORDENADOR
Bairro: Centro - Rua Frei Caneca, 8 
Horário para Doações: diariamente de 7:00 às 18:00 (inclusive sábados, domingos e feriados)
Tel: 0800-2820708 - Setor de Captação de Doadores
Referência: Próximo ao Campo de Santana

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

O Blog pede desculpas aos mais de 13.873 leitores mensais, somente nesse mês de novembro, pela decisão de retirar o blog do ar:

 O Blog volta à internet, por algumas semanas, só para desfazer quaisquer boatos sobre a retirada dele do ar e em respeito aos leitores.


  Resolvi retirar o Blog do ar por achar que não tenho mais nada a contribuir com essa luta.

   O Blog foi forma de desabafo, de denúncias, de luta em busca da sonhada justiça, forma de incentivar a luta dos empregados da Estatal. Mas, ao longo desses três anos, o "medo" que a maioria dos Empregados da Estatal sentem de lutar tem prevalecido, quando o assunto do Blog é "Vamos à luta nas ruas do Centro do Rio?", o Blog só vê medo (na face da maioria dos Empregados da Estatal).

   O Blog tem tido como opositores muitos trabalhadores que acreditam que esse trabalho é um embaraço; e os comentários nesse Blog têm sido ofensivos demais a mim e minha família, têm afetado profundamente meu  espírito de luta e estímulo á continuação dessa luta por aqui; muitos trabalhadores acreditam que a Estatal fará justiça a eles, os transformará em servidores e veem no Blog um instrumento de discórdia, ou que deveria se um instrumento de luta contra o Sindicato, sendo omisso às injustiças praticadas pela Estatal aos próprios direitos aos salários e benefícios dignos.

   O Blog reconhece o apoios de muitos trabalhadores e agradece a eles as palavras pessoais de apoios, mas pede a compreensão deles nessa decisão tomada.

   Quando um homem perde a "fé" em algo ele perde a motivação de lutar por esse algo.

   ESSE BLOG PERMANECE NO AR, AINDA ESSAS SEMANAS, COMO FORMA DE RESPEITO AOS 13.873 VISITANTES MENSAIS.

O Blog envia nova mensagem, por outro meio, à Assessoria do Deputado Federal Romário. Faça o mesmo: Clique no link e peça a todos os seus familiares para enviar uma mensagem a ele também. Quantas mais pessoas enviarem mensagem falando sobre essa luta, quanto mais ele entenderá que não se trata de "brincadeira" de um simples blogueiro.

"Quantos mais Empregados da Estatal e seus familiares enviarem mensagem a ele falando sobre nossa luta, quanto mais ele atentará para nossa luta e nos responderá."
Abaixo: Nova Mensagem enviada à Assessoria do Deputado Federal Romário. Cliquem no
link e enviem uma Mensagem de pedido de apoio a nossa luta:
Link.

Empregado da Estatal Federal Emgepron
Entrada
x

Alexandre da Silva Ferreira dasilvaferreiraalexandre@gmail.com

19:38 (Há 4 minutos)
para dep.romario
Senador Romário, sou funcionário de uma Estatal Federal Emgepron e venho por meio dessa pedir a Vossa Excelência atenção para a luta que os Empregados dessa Estatal têm travado.

São 14 anos de luta judicial, e, no fim dessa luta, a Administração da Estatal recorre a um Escritório de Advocacia visando a possível anulação de uma sentença transitada em julgado. Senador, nós não podemos mais aguardar por uma justiça que nunca vem... Precisamos que nos apoie nessa luta.

A justiça reconhece a atividade metalúrgica naval da Estatal, mas os Empregados permanecem sob baixa remuneração, permanecem sob o arrocho salarial desumano.

Trabalham, lado a lado, com profissionais terceirizados que recebem a remuneração 4x maior que o profissional concursado dessa Estatal.

Reconhecemos que essa luta entre Sindicato e Administração da Estatal pode durar décadas e precisamos de intervenção política nos assuntos pisos salariais dos empregados dessa Estatal.

Reconhecemos o trâmite do DEST/MPOG, sabemos a política dela para a Estatal, mas os Empregados da Estatal estão passando fome e tudo que pedimos é salário justo.

Somente pedimos a Vossa Excelência que apadrinhe nossa luta; pedimos que seja nossa voz no Senado Federal, junto ao DEST, ao Ministério da Defesa e ao Executivo Federal.

Nós, os Empregados da Estatal e nossos familiares, nos sentimos desamparados pelo Poder Público, sem voz política que leve nossa luta e reivindicações ao Poder Executivo Federal. Tudo que pedimos é Salário Justo. 

A Emgepron foi criada pela lei 7000/82. É subordinada ao Ministério da Defesa e vinculada à Marinha do Brasil.

Há uma luta que se arrasta desde o ano de 1998 nos tribunais. Trata-se de um processo transitado em julgado. Já não se trata de a Estatal aceitar ou não a representatividade sindical dos Empregados, mas a Estatal fazer a equiparação salarial igual ao da categoria metalúrgica naval, uma vez que a Justiça reconhece essa atividade metalúrgica naval da Estatal em seu apoio à Marinha do Brasil.

Senador, os empregados da Estatal vivem um arrocho salarial terrível. Isso tem empurrado os Trabalhadores para o caos social. Tudo que se pede é o justo... O que se vê na Estatal é o desespero de trabalhadores e trabalhadoras, por isso pedimos sua ajuda.

Solicitamos, por gentileza, que sua assessoria no Rio de Janeiro, receba uma comissão formada por trabalhadores, para dar maior esclarecimento.

Número do Processo que transitou em julgado no TST: 0168800-03-2005-5-01-0021

Obrigado.

Caso a Assessoria de Vossa Senhoria precise, temos documentos e links desse processo e podemos enviá-los.

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Conforme prometemos na Postagem, o Blog fez contato com Romário pela Página Oficial no Facebook.


  • Conversa iniciada hoje
  • Alexandre Correa Ferreira
    Alexandre Ferreira


    Deputado Romário,
    Sou empregado da Estatal Emgepron.
    Nós, empregados, pensamos em contatá-lo, pois precisamos de ajuda Parlamentar junto a Estatal.
    Nossa luta está descrita em um Blog e página no facebook, quase diariamente. Trata-se de um trabalho cansativo que realizo com intuito de comunicação entre os Trabalhadores e com o intuito de tornar pública nossa luta.
    Tudo que pedimos é justiça. A Emgepron é criada pela lei 7000/82; é um braço da Marinha do Brasil; está vinculada ao Ministério da Defesa.
    Há uma luta que se arrasta de 98, nos tribunais, um processo que já transitou em julgado. Uma luta para que a Estatal aceite a representatividade sindical dos Empregados e faça a equiparação salarial igual ao da categoria.
    Sem muita delonga, os empregados da Estatal vivem um arrocho salarial terrível. O que se vê na Estatal é o desespero de trabalhadores e trabalhadoras.
    Pedimos sua ajuda. Pedimos que sua assessoria receba uma comissão formada por trabalhadores, para dar maior esclarecimento.
    Segue abaixo o link do nosso Blog. Por favor, se pudermos entrar em contato com sua assessoria no Rio de Janeiro e ela poder receber uma pequena comissão de funcionários (no máximo seis), eu agradeço.
    "Essa mensagem será publicada no Blog, pois prometi aos Trabalhadores que buscaria contato com Deputados Federais e iria pedir apoio à nossa luta. Os Trabalhadores indicaram seu nome, para esse contato"
    Obrigado.


    metalurgicosdaemgepron.blogspot.com
    Metalúrgicos, Empregados da Emgepron, Andamento do Processo, Piso Salarial dos Metalúrgicos.




Em 12/12/2014, enviei mensagem ao Romário:


Até hoje, não ouve respostas da parte da Assessoria do Senador Romário.

Enviei e-mail para seu e-mail oficial "dep.romario@camara.gov.br" uma mensagem, mas ainda não houve respostas.


Notícias do Blog Metalúrgicos da Emgepron

Loading...