Entenda a realidade na Emgepron.

Entenda a realidade na Emgepron.
Após descontar para União R$ 4.665.000,00 + retirada do lucro R$ 863.552,16 em forma de reserva legal (termo contábil) dos R$ 17.271.043,32. A Estata Federal, após descontos, recebeu autorização da Fazenda Nacional e do DEST para usar o valor líquido de R$ 11. 742. 491, 16. / Salário/mês de Diretores que exercem cargos em comissão na Estatal Emgepron: R$ 20.400,00 / Salário/mês, bruto, pago aos Empregados Públicos Federais: R$ 856, 00; incidindo os descontos e impostos previstos em lei no salário desses profissionais, o rendimento cai para R$ 700, 00 (líquidos), não havendo adicionais que acrescentem quaisquer valores ao salário desses profissionais públicos concursados, o que empobrece o poder de compra no salário desses profissionais. Esse arrocho salarial tem levado a vida dos trabalhadores ao caos social. / Há um abismo enorme na distribuição de renda na Emgepron e exigimos que haja JUSTIÇA!!!

COMUNICADO DOS METALÚRGICOS DA EMGEPRON AO SINDIMETAL RIO.

domingo, 20 de abril de 2014

Mensagem de Trabalhador (com certeza, trata-se de uma liderança): Caros companheiros, entendam, estou na mesma luta que vcs, tb quero meu salário reajustado pra ontem. Porém, nessa hora temos que agir com a RAZÃO e não com a emoção!

Dia 20 de maio de 2014, dia do Início das Manifestações pelas Ruas do Centro do Rio!!!


Com salário de Trabalhadores não se brinca: Nosso Piso Salarial é R$ 2.148,89, não R$ 898,00!!!


Comunicado aos Trabalhadores que anseiam por tempos de justiça dentro da FAJ, LFM, AMRJ e aos familiares de trabalhadores, como as esposas, filhos, filhas, parentes, os quais sofrem, à cada final de mês, com o Salário de R$ 898,00 pagos aos Trabalhadores, quando Sentença Judicial, transitada em julgado desde 2009, ordenou que os Salários desses Trabalhadores fossem reajustados para, no mínimo, R$ 2.148,89:

Os Trabalhadores da Estatal os convocam para se juntarem a nós nesses Atos de Protestos, com data de início em 20 de maio de 2014.




Corpo da Mensagem:


Caros companheiros, entendam, estou na mesma luta que vcs, tb quero meu salário reajustado pra ontem.

Porém, nessa hora temos que agir com a RAZÃO e não com a emoção!

Estão falando em fazer dia 28/04, digo e repito, tem TUDO pra dar errado, ninguém aderir e depois pra fazer outra vai ser muito difícil.

Dia 20 seria perfeito, pois teríamos tempo pra botar o sindicato na parede, comunicar a eles da manifestação e praticamente obrigá-los a nos dar suporte nessa ação.

Dia 28/04 com 30 pessoas, sem faixa e sem carro de som e sem sindicato ou dia 20/05 com 200 pessoas, faixas, cartazes, carro de som e tudo mais?

PENSEM NISSO!!!!! Sei que todos tem pressa, inclusive EU. Mas não podemos nos precipitar agora que estamos com a faca e o queijo nas mãos e não podemos errar!!!!!!!

E blogueiro, não podemos ficar numa discussão sem fim aqui. Acho que cabe a vc decidir qual o dia e hora da manifestação. Vc como uma liderança que representa, nesse canal oficial dos trabalhadores tem que definir a data, nós só damos as sugestões, a minha está aí.


Fonte: Sugestão do comentarista do Blog, "20 DE MAIO DE 2014"domingo, 20 de abril de 2014 01:14:00 GMT+2

PISO SALARIAL DA EMGEPRON: R$ 898,00.
PISO SALARIAL DO SINDICATO: 2.148,89.


QUE INJUSTIÇA É ESSA?

VAMOS TODOS PARA O PROTESTO NO DIA 20 DE MAIO!!!

sábado, 19 de abril de 2014

O BLOG NÃO ACREDITA EM MOVIMENTOS DE GREVE DENTRO DA FAJ, LFM E AMRJ, MAS ACREDITA QUE O PARAR O TRÂNSITO NA HORA DO RUSH INCOMODA O GOVERNO E A IMPRENSA, ELES VIRÃO ATÉ A SEDE DA EMGEPRON.

Metalúrgicos da EmgepronAcredito nisso: O Almirante Júlio Soares de Moura que é Comandante-Geral da Marinha está sendo investigado por, possível, corrupção.

Falta praticamente um mês para copa do mundo?

Podemos levar nossos problemas até a presidenta Dilma.

Basta que façamos séries de passeatas pelas ruas do Centro do Rio. 

O efeito é certo.

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Almirantes da Emgepron contratam a terceira empresa privada, desde 2011, para elaborar o Promentido Plano de Cargos e Salários (PCS) para os Trabalhadores da Estatal. Mas os Sindicato dos Trabalhadores, o Sindimetal Rio, não foi convocado para participar da Elaboração do Plano de Cargos e Salários (PCS) dos Trabalhadores da Estatal.

Mas, o que é a Fundação Instituto de Administração?

Fundação Instituto Administração - FIA, fundada em 1980 por professores da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da Universidade de São Paulo, é o órgão de apoio institucional ao Departamento de Administração da FEA-USP.

 A FIA tem importante papel como órgão de captação de recursos junto ao setor produtivo e à órgãos governamentais, através da prestação de serviços de consultoria nas diversas áreas de estudo da ciência administrativa, gerando recursos financeiros para às atividades desenvolvidas pelo Departamento de Administração da FEA/USP.

O fato de a fundação FIA oferecer graduação, além dos cursos de MBA e pós-graduação latu-sensu, tem gerado críticas de alunos, funcionários e professores da FEA/USP e outras unidades da USP, que consideram a participação das fundações na universidade prejudiciais, já que as fundações são entidades privadas enquanto que a Universidade de São Paulo é pública, pertencente ao governo do Estado de São Paulo.

Leia mais: http://pt.wikipedia.org/fundaçãofia

A Estatal poderia começar pesquisando o salário dos trabalhadores público tomando por base a CCT/SINAVAL.


Não damos permissão para que nos tratem como idiotas. Exigimos nosso direitos!!!



O Processo acabou, a Estatal Perdeu, não tem como recorrer e tentar levar as coisas empurrando com a barriga na base da enrolação. 

O Sindimetal venceu a luta por nossa representatividade e a Estatal tem que nos pagar o salário justo da Convenção Coletiva de Trabalho do Setor Naval.


Querem pagar essa Empresa para fazer esse Plano de Cargos e Salários (PCS)? Sim, tudo bem,  mas, primeiro queremos nossos salários reajustados, iguais ao da CCT/SINAVAL!!!

Leia também: Essa novela é reprise:

O diretor da Estatal Federal Emgepron, em julho de 2011, contratou duas empresa privadas, a Empresa inglesa Deloitte Touche Tohmatsu e a Empresa brasileira JB Consultoria Empresarial para fazerem esses mesmos levantamentos de salários compatíveis com os executados pelos trabalhares públicos federais da Emgepron no mercado.

E os resultados daquelas pesquisas? 

Onde estão? 

O salário dos Trabalhadores continua baixo. Continua muito abaixo do salário pago aos profissionais nos Estaleiros do Rio de Janeiro. 

Nada mudou!


 

Aos Trabalhadores Técnicos, Vocês estão sendo Roubados!!!

Escola Técnica de Arsenal da Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ).


Base Salarial:

Os profissionais que atuam como Técnicos na Indústria Naval recebem em média salários de R$ 5.850,00.

Fonte: http://www.sermais.net/site/curso_mecanica_soldagem.php

A Estatal paga quanto a vocês mesmo? R$ 1.480,00? 

Não importa se são recém-formados na profissão, se são jovens universitários, vocês são técnicos da Indústria naval, têm suas Carteiras Profissionais assinadas como Técnicos de Estruturas Navais, mas seus salários de mercado não são R$ 1.480,00.

Vocês estão sendo roubados, assim como os profissionais metalúrgicos da Estatal Emgepron estão sendo: A Estatal paga-lhes salário inferior ao de Serviços Gerais da Iniciativa Privada, R$ 898,00, mas seus salários justos são R$ 2.148,89, pela CCT/SINAVAL.

Unam-se a eles nesses protestos pelas ruas do Rio!

Quando companheiros verdinhos vierem até você dizer dia e local em que vai haver protestos na rua, vão! Por seus direitos. Por justa remuneração!

O mau empregador treme diante de empregados unidos!

Tem algo de muito sujo por trás de toda aquela brancura das fardas do Alto Comando da Marinha, isso que denunciamos aqui nesse Blog é o maior indício disso.

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Há direitos garantidos por lei, desde 2009, aos Trabalhadores da Estatal que os Almirantes não estão respeitando. Se a Estatal Emgepron não quer dar esses direitos aos Trabalhadores, temos de tomá-lo à força!

Não somos palhaços de ninguém!!!
São nossos direitos
! Não estamos pedindo nada a ninguém.
Nossos Salários são R$ 2.148,89, não R$ 898,00!!!
Companheiros Metalúrgicos da Emgepron, é hora de reação:

Lutem! Não esperem pela justiça, lutem, conquistem a justiça por vocês mesmos.

Temos de dar nossa resposta aos Almirantes da Emgepron, DEST e ao Ministério da Defesa, já que eles não nos respondem: Unam-se, Trabalhadores! Unam-se  e marquem dias e para manifestações, caminhadas pelas ruas do Centro do Rio e passeatas, após o horário de expediente de trabalho.

Vamos protestar pela ruas do Centro do Rio, Trabalhadores, pelos seus direitos que estão sendo negados.

Atenção FAJ, LFM, ARSENAL e LESPAM entrem em contato uns com os outros. Nossa página no facebook pode intermediar esses contatos 

Temos de formar células nos ambientes de trabalho composta de companheiros e companheiras corajosos dispostos a atos esporádicos e contínuos de manifestações, passeatas e protestos na Cinelândia e ruas do Centro do Rio. Temos que nos organizar para esses atos de protestos, contamos com todos.

Um atenção especial para os trabalhadores evangélicos que têm orado por vitória em todos esses 13 anos de luta judicial: É hora de colocarem em prática o real significado da expressão "oração". Toda oração, por definição, tem que ter pelo menos um verbo, e verbo é ação no tempo, movimento.

Convoquem, dentro dos espaços de orações na LESPAM, FAJ, LFM e AMRJ, os Trabalhadores para se organizarem e irem à rua buscar a vitória. 

Lembrem-se que Fé sem obras é morta.

A vitória é possível. Eu sei que é! Mas temos que lutar por ela.

O Governo Federal precisa entender que o Piso Salarial dos Metalúrgicos no Rio de Janeiro é R$ 2.148,89, não R$ 898,00.

Não acredito que homens e mulheres pais de família podem sentir a injustiça salarial dentro de suas casas, na alimentação de seus filhos, todos os meses ao pagar suas contas, quando vão fazer as compra do mês e ainda assim não lutar para mudar o quadro.

Blog continua acreditando na Justiça!!!

Notícias do Blog Metalúrgicos da Emgepron

Loading...