Entenda a realidade na Emgepron.

Entenda a realidade na Emgepron.
Observem: Nesse Blog não há intenção de denegrir ninguém. A ideia é tornar pública as injustiças e estimular a luta por justiça. As referências feitas a pessoas são meramente por situações ocasionais e contextuais que ajudam ou, muitas das vezes, dificultam essa tão sonhada justiça, situações típicas de "ligar o milagre ao santo" que o praticou. O Blog se destina a crônicas, opiniões, desabafos e comemorações sobre a vitória dos Trabalhadores sobre a Injustiça.

DOCUMENTO PUBLICADO EM 23 DE AGOSTO DE 2014.

DOCUMENTO PUBLICADO EM 23 DE AGOSTO DE 2014.
DOCUMENTO DO 1° DN À PROCURADORA ISABELA TERZI DO MPT/ADMINISTRAÇÃO DA ESTATAL CONTRATOU O ADVOGADO DE 1 MILHÃO QUINHENTOS E QUARENTA E OITO MIL REAIS PARA ANULAR A SENTENÇA TRANSITADA EM JULGADO.

segunda-feira, 21 de março de 2016

DEMISSÃO NA FÁBRICA DE MUNIÇÃO DA MARINHA DO BRASIL (FAJ); NO ARSENAL DE MARINHA, OS TRABALHADORES CONTINUAM SOB FORTES AMEAÇAS DE NOVAS LISTAS DE DEMISSÃO.


    As ameaças de demissões continuam, Trabalhadores da Estatal lotados nas Bases Militares da Marinha do Brasil denunciam que continuam sendo ameaçados de serem demitidos.

    O sindicato pede que qualquer demissão na Estatal seja imediatamente comunicada à Entidade.

    Na Fábrica de Munição da Marinha do Brasil em Campo Grande (FAJCMC), há notícias de um Amigo de luta demitido.

    Fora da Estatal, estou com deficiência de comunicação sobre o que está acontecendo aí. Daí, embora hajam vários trabalhadores em meu perfil no Facebook que não foram demtidos, somente um trabalhador mantém contato comigo pelo WhatsApp dando algumas informações sobre a situação lá dentro. Por isso não dá para manter esse Canal de Luta e denúncias ativo.


Charge usadas pelo Blog anos atrás.

ATA, na íntegra, da Audiência, dia 16/3:
As partes prestam as seguintes informações:

PROCESSO: 0100198-87.2016.5.01.0048

AUTOR(A): SINDICATO DOS METALÚRGICOS DO RIO DE JANEIRO

RÉU(RÉ): EMPRESA GERENCIAL DE PROJETOS NAVAIS


No dia 16 de março de 2016, na sala de audiências da MM. 48a VARA DO TRABALHO DO RIO DE JANEIRO/RJ, na presença do do Exmo(a). Juiz CLAUDIO OLIMPIO LEMOS DE CARVALHO,  realizou-se audiência relativa ao processo identificado acima.

As 15h03min, aberta a audiência, foram, de ordem do Exmo(a). Juiz do Trabalho, apregoadas as partes.

Presente o representante sindical do(a) autor(a), Sr(a). JESUS CARDOSO DOS REIS SANTOS,
acompanhado(a) do(a) advogado(a) Dr(a). CRISTIANE ROCHA DA SILVA, OAB no 145841D/RJ.


Presente o preposto do(a) réu(ré), Sr(a). MARCUS VINICIUS FERNANDES RAMOS,
acompanhado(a) do(a) advogado(a), Dr(a). Rogério Ribeiro da Silva, OAB no 109229/RJ.

Conciliação rejeitada.
A ré apresentou defesa, com documentos, sendo retirado o sigilo.

Alçada da inicial.
As partes prestam as seguintes informações:

1 -O sindicato informa que o Ministério Público do Trabalho propôs ação em face da ré, para anular as dispensas ocorridas, sob o fundamento da impossibilidade de ocorrer dispensas imotivadas.

Concedo ao sindicato autor o prazo de cinco dias para que junte as peças importantes deste processo, inclusive Acórdão se houver.

2 - A ré informa que possuía cerca de 1.700 empregados e demitiu 400 empregados em fevereiro de 2016, não havendo expectativa de mais demissões;

3- O sindicato informa que não foi comunicado da dispensa coletiva e assim que soube oficiou a empresa solicitando reunião; que esta reunião ocorreu e foi no dia 15.02.2016 e nada foi extraído de concreto, a não ser a justificativa da empresa para esta dispensa;

4- A empresa informa que as dispensas ocorreram porque a Marinha do Brasil, a principal cliente, deixou de pagar os contratos, encerrando o ano de 2015 com o débito de cerca de cem milhões; que no final de janeiro a empresa recebeu um ofício da Marinha, informando que haveria um corte de 45% do contrato com a Marinha sobre o Arsenal. A empresa informa que não paga terceirizados, mas não sabe informar se tais terceirizados possam estar fazendo trabalhos que eram feitos por empregados da ré.

A reclamada requereu a produção de prova pericial, a fim de demonstrar a ausência de recursos
financeiros para manter esses empregados, o que foi deferido pelo juízo.

Nomeio como Perito do Juízo o Sr Antonio Carlos Pires.

Estimo seus honorários em R$7.000,00, que serão depositados pela ré, requerente da prova.

Concedo às partes o prazo comum de 05 dias, para que apresentem quesitos e indiquem assistentes técnicos, caso queiram.

No prazo concedido, o sindicato autor poderá se manifestar sobre defesa e documentos e a ré deverá
depositar os honorários periciais.

Designo nova sessão para o dia 09.05.2016, às 15:00 horas.

Partes cientes.

Audiência encerrada às 15:52 horas.

E, para constar, eu, Regina Lucia Marciano Roque - Técnico Judiciário, lavrei a presente ata que segue assinada na forma da lei.

9 comentários:

  1. Alexandre.A SKM E UMA TERCEIRIZADA AH ANOS NO ARSENAL EH CONTINUA NO ARSENAL NO PRÉDIO ANTIGO 7A

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Se For observado, verá que a SKM tem 2 Contratos programada para 2016, de Mais de 10 Milhões e, já aprovado pelo AMRJ, os donos desta empresa, tudo mundo já sabe..

      Excluir
    2. É hora de abrir os olhos para a artimanha da Marinha do Brasil com suas "licitações" para terceirizações de serviços.

      Eles empurram os trabalhadores à ociosidade por interesses escusos nas terceirizações. Isso fica evidente.

      Já passou da hora de levar a Marinha do Brasil ao banco dos réus por empurrar a Estatal para o buraco com dívidas astronômicas sem que nenhum processo judicial tenha sido aberto para forçar a organização à pagar.

      Na Ata acima diz que a Marinha do Brsil deve R$ 100 MILHÕES DE REAIS á Estatal, mas continua terceirizando serviços em detrimento do pagamento da dívida e da prestação e experiência adquiridas pelos empregados da Estatal no exercício da função?

      O Jurídico do Sindical tem de estudar um meio de processar os Almirantes responsáveis por assinar essas terceirizações que dão à estatal a suposta motivação de que parte de seus trabalhadores a serviço da Marinha estão "ociosas".

      Atos Covardes.

      Excluir
  3. Os CONTRATOS DA SKM COM O AMRJ ERa PRA SER INVESTIGADO OU MELHOR CASO DE POLÍCIA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A emgepron é uma estatal do governo?

      Tem empreiteira trabalhando lá dentro?

      Pois se está em crise, por que ainda tem empreiteira trabalhando?

      Seria bom se a Polícia Federal investigasse a emgepron.

      Contudo que está acontecendo no Brasil, eu acredito na Polícia Federal.

      ass: Aparecida

      Excluir
    2. Aparecida, todos esforços da Policia Federal e do Ministério Público são pegar políticos e empresários do PT e que apoiam o PT. Eles não querem sujar a santidade daqueles que são contra o PT.

      https://www.facebook.com/metalurgicosdaemgepron/posts/590122847811587.

      Veja essa postagem no Blog de Leonardo Boff, verá que a maioria dos Deputados Federais receberam dinheiro da Lava Jato, e são eles que querem a cabeça do PT por receber dinheiro da Lava Jato.

      Não vivemos somente num mundo de corrupção mas também de hipocrisia. Dos deputados que vão decidir sobre o impeachment da presidenta Dilma, 4o deles receberam dinheiro da Lava-Jato. Todo tipo de corrupção é inaceitável. Mas é intolerável que pessoas, corruptas ou não (não temos como saber se foi doação legítima ou não) se ponham a julgar a presidenta por corrupção ou por atos anti-constitiçcionais. Os brasileiros têm o direto de conhecer-lhes o nome. Lboff

      PSDB
      Bruno Covas (SP) – R$ 227.486
      Jutahy Júnior (BA) – R$ 531.875
      Nilson Leitão (MT) – R$ 511.550
      Paulo Abi-Ackel (MG) – R$ 425.000

      DEM
      Mendonça Filho (PE) – R$ 250.000
      Elmar Nascimento (BA) – R$ 201.580

      PPS
      Alex Manente (SP) – R$ 400

      PSB
      Fernando Coelho (PE) – R$ 30.000
      Bebeto Galvão (BA) – R$ 50.000
      Danilo Forte (CE) – R$ 400.000

      SOLIDARIEDADE
      Paulinho da Força (SP) – R$ 240.925,5

      PSC
      Eduardo Bolsonaro (SP) – R$ 567,27
      Marco Feliciano (SP) – R$ 9.837,1

      PRB
      Jhonatan de Jesus (RR) – R$ 10.000
      Marcelo Squassoni (SP) – R$ 770

      PHS
      Marcelo Aro (MG) – R$ 30.000

      PSD
      Paulo Magalhães (BA) – R$ 19.898,44
      Marcos Montes (MG) – R$ 100.000

      PMB
      Weliton Prado (MG) – R$ 166.500

      PDT
      Flavio Nogueira (PI) R$ – 100.000

      PMDB
      Leonardo Picciani (RJ) – R$ 199.000
      Washington Reis (RJ) – R$ 500.000
      Osmar Terra (RS) – R$ 190.000
      Lúcio Vieira Lima (BA) – R$ 732.000

      PP
      Aguinaldo Ribeiro (PB) – R$ 271.900
      Jerônimo Goergen (RS) – R$ 100.000
      Roberto Britto (BA) – R$ 7.423,59
      Paulo Maluf (SP) – R$ 648.940

      PTB
      Benito Gama (BA) – R$ 211.890

      PT
      Arlindo Chinaglia (SP) – R$ 412.000
      José Mentor (SP) – R$ 187.500
      Paulo Teixeira (SP) R$ – 285.000
      Vicente Cândido (SP) – R$ 254.125
      Zé Geraldo (PA) – R$ 145.500

      PTN
      João Bacelar (BA) – R$ 4.493,66

      PR
      José Rocha (BA) – R$ 494.407,1
      Edio Lopes (RR) – R$ 680.732
      Maurício Quintella (AL) – R$ 350.000

      PT do B
      Sílvio Costa (PE) – R$ 100.000

      Total – R$ 8.981.301.

      https://leonardoboff.wordpress.com/2016/03/19/deputados-da-comissao-de-impeachment-que-receberam-dinheiro-da-lava-jato/.

      Excluir
  4. https://drive.google.com/file/d/0BxGvKMznFV1kM3oxY0FjSmtqSmM/view

    Odebrecht tem envolvimento com a Emgepron e com a Marinha?

    Alexandre, acredito muito na Polícia Federal e no juiz Sergio Moro.

    Ass: Aparecida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O direito de não acreditar que não tem sido respeitado por causa da Rede Globo e subordinadas.

      Só que eu acredito que na política não há santos. Por isso acredito na lista acima que me diz que todos os santos políticos listados anti-Dilma, PT e LULA estão com as mãos sujas de dinheiro da lava jato, o mesmo dinheiro que o PT desvia, e acredite: nenhum deles, inclusive o Bolsonaro, será investigado pela PF ou Sérgio Moro por ter recebido dinheiro das empresas corruptas.

      A Justiça deveria ser imparcial, representada nesse juiz, dou como exemplo as Ações Individuais dos Trabalhadores da Emgepron nas mãos de centenas de outros companheiros dele (embora esse juiz não seja trabalhista). A Compra do São Paulo e do Siroco são provas que não é todo desvio de dinheiro público, suspeita de roubo e corrupção que será investigo pelo incorruptível juiz Moro ou pela incorruptível Polícia Federal, pesquise sobre o santo Japonês da Federal e os crimes que ele está respondendo por improbidades na justiça e na própria PF.

      Acreditar é a opção que nos dão.

      Somente o direito de pensar criticamente que tem sido censurado, quando não manipulado pelas redes de televisão, jornais e internet.

      Entenda, não acredito em políticos honestos (pode haver exceção), isso incluí os do PT e os demais partidos.

      Excluir

Quando um homem perde a fé em algo, ele perde a motivação de lutar por esse algo.

Devida situação atípica, os Comentários estão abertos.