Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

Últimos andamentos no Processo Principal 0168800-03.2005.5.01.0021/ Reajustes de 8,78% para os Empregados da FEMAR.

Imagem
Obs.: "a secretária da Doutora Regina avisou que o Servidores do Judiciário Trabalhista estão em greve".

   O Jurídico do Sindicato segue uma ortodoxia muito rígida, quando o assunto é informação de processos coletivos. Somente às Segundas-Feiras, até às 11h00.

Pedido de Informação foi reencaminhado à Administração da Estatal.

Imagem
Ainda que os anos passem, mesmo quando eu não estiver mais nessa Estatal, terei lembranças ruins da atitude dessa Empresa Pública para com seus profissionais a serviço da Marinha do Brasil; nunca me conformarei que há uma Estatal dentro da Marinha do Brasil, vinculada a ela, na Pasta do Ministério da Defesa, e ela não respeita o Direito: "seus Empregados estão sem reajustes salariais mínimos, como a simples correção salaria com a perda da Inflação".

Porque tantas injustiças? Porque forçam os Empregados da Emgepron a salários indignos? Porque os Maltratam com tantas maldades? Porque anunciam a eles que receberam, finalmente, sinal verde dos Capos do Ministério da Defesa, do Comando da Marinha do "DEST" e não reajustam os Pisos Salariais dos Trabalhadores? Que crueldade é essa? Porque tanto sadismo? Será que esse arrocho salarial que essas forças tem impetrado aos Empregados da Estatal desde 2008 não é suficiente?

Coloquem-se na posição desses 1300 homens e mulheres?…

Empregados da Estatal têm reclamado de suposto antiprofissionalismo do Engenheiro de Segurança do Trabalho, Chefe do SESMT.

Imagem
Trabalhador enviou ao Blog um Laudo realizado sobre a situação do AMRJ como área de periculosidade e insalubridade.
Esse mesmo laudo se encontra nos autos do Ministério Público do Trabalho.

Quem quiser, o Trabalhador autorizou o download do arquivo: Clique aqui.

Ao novo Diretor-Presidente da Estatal, o Vice-Almirante Francisco Antonio de Magalhães Laranjeira,

Até quando a Administração dessa Estatal permanecerá de costas para os Empregados dessa Empresa? Até hoje, a Administração da Estatal tem compactuado com a Injustiça praticada contra os Empregados da Estatal a serviço da Marinha do Brasil:

  Trabalhadores Eletricistas da Estatal têm reclamado de suposto trato antiprofissional que o Engenheiro de Segurança do Trabalho, Chefe do Serviço do SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho), tem dispensado a eles e a outros Trabalhadores da Estatal.

A injustiça, os Empregados Públicos da Estatal e os Almirantes da Marinha do Brasil.

Imagem
O limite e o máximo são os homens que ditam.

   A situação dentro da Emgepron é, de certa forma, culpa dos próprios trabalhadores que se amedrontaram frente as demissões em massa ao deixaram que militares determinassem essa situação covarde vivida pelos trabalhadores. É injusto e covarde.

Estatal anunciou o novo Diretor-Presidente da Estatal/A Advogada de Niterói e as providências tomadas para que as intimações sejam entregues na Sede.

Imagem
O equívoco dos Oficiais de Justiça do Trabalho de Procurar a Sede da Estatal na Ilha do Governador deu mais tempo à Estatal. Isso é fato:
EssaPetiçãofeitapelaDoutora ReginacorrigiuoEndereçodaEstatal que, para os Oficiais de Justiça,se localizavanaIlhadoGovernador.
Na Intranet, a Estatal anunciou, hoje, que o novo Diretor-Presidente da Estatal já se apresentou na Sede da Estatal:
Penso que os Trabalhadores devem se organizar e pedir uma Audiência com ele. 
      O Vice-Almirante Marcelio nunca permitiu, desde que estou Empregado na Estatal, diálogo entre Empregados e sua Administração. Devemos dar o primeiro passo e pedir que esse novo Diretor-Presidente receba os trabalhadores que com toda certeza irão até a Administração dele com respeito, mas com suas dúvidas e requerimentos. Não tenho dúvidas de que a distância entre Empregados da Estatal e a Alta Administração da Estatal tem sido uma das raízes de todos os males e desentendimentos.

  Ainda que não nutramos a ideia de que ele será nos…

OFICIAIS DE JUSTIÇA DIZEM QUE LOCALIZAÇÃO DA SEDE DA ADMINISTRAÇÃO DA ESTATAL É "ÁREA DE EXTREMO RISCO" E NÃO INTIMAM O ALMIRANTADO QUE ADMINISTRA A ESTATAL.

Imagem
A tamanha "sorte"que a Administração da Estatal tem tido,
   iniciou-se com um Trabalhador que trabalha no mesmo AM que o >>>>; esse trabalhador foi o primeiro a procurar o escritório de advocacia na Travessa do Ouvidor, junto com o Coco, e, por duas ou três vezes, a Audiência desse trabalhador foi adiada por que os Oficiais de Justiça não entregavam a intimação na Sede da Emgepron a "tempo". Com isso a Administração se eximia da responsabilidade de se defender em Juízo dizendo que não foi comunicada pelo Oficial de Justiça em tempo hábil.

O Nilo pediu para que eu escrevesse e orientasse as pessoas de como entrar na justiça contra a EMGEPRON.

Imagem
Meus amigos,
O Nilo pediu para que eu escrevesse e orientasse as pessoas de como entrar na justiça contra a EMGEPRON.
1 – A EMGEPRON perdeu em todas as instâncias;
2 – A sentença dá direito a todos os funcionários, seja engenheiros, técnicos, os verdinhos e o pessoal da parte do escritório. Em fim, todos os funcionários concursados;
3 – Primeiro passo é procurar um advogado de confiança e pedir a ele que entre com mandado do comprimento da sentença;
4 – Não tenha medo. Estamos lutando pelos nossos direitos. O problema da EMGEPRON não é financeiro, é de orgulho, soberba dos diretores, que só não querem perder para humildes trabalhadores;
5 – Tem advogado em Niterói, Rio Branco e na Travessa do Ouvidor, 21/303 andar, escritório JCL. Telefones: 2531 – 3912, 97830 – 3361.
Obs: Não procure nenhum advogado de Sindicato, principalmente dos metalúrgicos. Esses por serem mais baratos, não são de XXXXXX e nem XXXXXX.
Ass: xxxxx



Meus amigos,
Quando leio comentários de pessoas como este anônimo, eu só tenh…

Continue lutando pela sua reintegração e retroativos ao ano de sua demissão.

Imagem
    Entendam, por favor: A publicação do andamento do Processo do Serralheiro Thiago na postagem anterior foi com autorização dele.




Os homens que buscam o poder estão mais preparado para conquistá-lo que para exercê-lo. "Frase do filme Deuses e Reis"
   À quem enviou e-mail pedindo explicação sobre o tema que defendo: Motivação e Impessoalidade na Demissão de Empregados da Emgepron. 

   Deixo claro aqui no Blog, aberto a todos, o ponto de vista:

 (Essa postagem é para que entenda o ponto de vista desse humilde trabalhador quando cita o famoso art. 37, caput e art. 173, caput e incisos I, II, da CF/88, e a Repercussão Geral do RE 589998.)




    Companheira, como diz o art. 173, caput, da CF/, a autorização, por Lei, para uma Empresa Pública ser criada é um ATO Administrativo em si. Sua  limitação está prevista no § 4º do art. 173 da Carta Constitucional, ou seja, na minha visão, sua criação tem caráter governamental e não meros fins econômicos.

   O art. 39, modificado pela Emenda …

No Processo do Thiago, a AGU disse não possuir quaisquer interesses em impedir o Direito do Trabalhador.

Imagem
União Federal diz a Juíz não possuir interesses em interferir  no Processo do Thiago por Salário Justo à Profissão.
    Na surpresa desagradável de entrar com suas ações individuais, como ordenou a Juíza Gláucia Zuccari (áudio), muitos Trabalhadores ouviram a Administração da Estatal fazer o "Jogo de empurra em empurra" citando a lei 7000/82 e exigindo a União para defender a Marinha.

    Embora os Trabalhadores sabendo que o Juiz já apitou o final do "Jogo da Estatal" e que tudo que eles (trabalhadores) querem é poder pôr as mãos no merecido troféu (piso salarial e retroativos) e comemorar, se veem obrigados a ver suas audiências remarcadas por esse ardil.