Emgepron, a Estatal que atua de costas para os Trabalhadores Públicos. O Blog avisa: meu computador quebrou. Estou sem acesso à WEB. Devido a isso, é possível que o Blog fique inoperante. Em casos urgentes, farei as postagens rápidas em lan house.


Um grupo de 1700 homens e mulheres clama por justiça há mais de duas décadas. Juízes com seus malhetes não podem fazer...
Posted by Metalúrgicos da Emgepron on Sábado, 12 de setembro de 2015

Desembagadora Sayonará Grillo dá sinal de que a famigerada Ação Rescisória movida contra os Direitos dos Trabalhadores a terem Pisos Salariais está chegando ao fim. 

    Foram três Empresas privadas contratadas para fazer PCS que substuissem o PCS do ano de 2007, publicado em DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO, e muito milhões gastos com elas: Deloitte Touche Tohmatsu Auditores Independentes, JB Consultoria e Fundação Privada "FIA". A Estatal divulga que os PCS's foram elaborados, mas tais planos nunca são aplicados.

<

Senhora Presidente da República do Brasil Dilma Rousseff, em respeito a decisão do Pleno dos Ministro do STF sobre o...
Posted by Metalúrgicos da Emgepron on Sábado, 12 de setembro de 2015
Aos trabalhadores Técnicos da Estatal, a CCT/SINAVAL diz que o Piso Salarial de vocês deve ser maior do que o de Profissional (leiam a convenção). Entrem com suas ações de execução da Sentença Transitada em Julgado.

    Não há outra forma de se conseguir salários justos a técnicos, profissionais e demais profissões fora de ordem judicial. O trabalhador que anseie por piso salarial justo terá de recorrer à execução da sentença transitada em julgado. 

    Lembrem-se sempre que a Emgepron  é Empresa Pública, não é Sociedade de Economia Mista, foi criada pela Lei 7000/83, pelo extinto Ministério da Marinha (atual ministério da defesa) e para a Marinha. A Emgepron (marinha) tem a mesma função que a Infraero (aeronáutica) e Emgex (exército). São braços dessa forças.
 Se assim entendido, quando o AMRJ, FAJCMC, LFM e outras Organizações Militares da Marinha resolvem usar o termo metafórico "não estamos a demitir ninguém", "apenas devolvendo-os à Emgepron", na verdade é a Marinha demitindo os trabalhadores da Emgepron. Pensar na Emgepron como "firma" e desvinculá-la das OM's é errado. Os Empregados Públicos da Emgepron são Empregados da Própria Marinha, tecnicamente falando, pelo entendimento que dá a Lei que cria a Estatal. 

   Os Militares que Administram essas Estatais as administram como agentes públicos e não como militares, eles devem obediência as leis administrativas e constitucional desse País, assim como à CLT.

Nova data da Audiência da Estatal com a Procuradora Isabela Terzi. 

Senhor Ministro do Ministério da Defesa Jaques Wagner, senhora Presidente da República Dilma Rousseff, senhor Comandante...
Posted by Metalúrgicos da Emgepron on Sábado, 12 de setembro de 2015

Postagens mais visitadas deste blog

Recado da Doutora Regina aos trabalhadores e ex-trabalhadores.

Trabalhadores da Estatal sofrem novas demissões em massa hoje.

Demissões na Estatal Emgepron em junho de 2018.