Entenda a realidade na Emgepron.

Entenda a realidade na Emgepron.
Observem: Nesse Blog não há intenção de denegrir ninguém. A ideia é tornar pública as injustiças e estimular a luta por justiça. As referências feitas a pessoas são meramente por situações ocasionais e contextuais que ajudam ou, muitas das vezes, dificultam essa tão sonhada justiça, situações típicas de "ligar o milagre ao santo" que o praticou. O Blog se destina a crônicas, opiniões, desabafos e comemorações sobre a vitória dos Trabalhadores sobre a Injustiça.

DOCUMENTO PUBLICADO EM 23 DE AGOSTO DE 2014.

DOCUMENTO PUBLICADO EM 23 DE AGOSTO DE 2014.
DOCUMENTO DO 1° DN À PROCURADORA ISABELA TERZI DO MPT/ADMINISTRAÇÃO DA ESTATAL CONTRATOU O ADVOGADO DE 1 MILHÃO QUINHENTOS E QUARENTA E OITO MIL REAIS PARA ANULAR A SENTENÇA TRANSITADA EM JULGADO.

domingo, 12 de abril de 2015

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO (ACT) ENTRE ADMINISTRAÇÃO DA ESTATAL, SINDIMETAL RIO E SINTEC RIO.

   Segundo Maurício Ramos, Vice-Presidente do Sindimetal Rio, a Estatal marcou Reunião, a princípio, para discutir Pautas de um provável Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), para o dia 14/04,
às 15h.

   O Diretor do SINTEC Rio, informou que a  Reunião entre SINTEC Rio e Administração da Estatal, será no dia 16/04. 




   Há muitos trabalhadores da Emgepron em dúvidas sobre se podem entrar na Justiça para tentar obter salário justo à sua profissão e retroativos.

   Meu ponto de vista pessoal é que vocês devem procurar um bom advogado particular.

   Devem dizer para seus Advogados que apesar de serem profissionais Técnicos em diversas áreas de estrutura naval, Técnicos Administrativos, Pedreiros, Marceneiros, Jardineiros, Serventes, Telefonistas, Auxiliar Administrativo, de Escritório e Serviços Gerais etc., todos têm atividade incomum, como os da mão de obra direta, como Mecânicos, Lanterneiros, Eletricistas, ou seja, todos trabalham dentro do maior Estaleiro da América Latina (Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro "AMRJ" ou são postos a Serviço da Marinha do Brasil na Fábrica de Munição da Marinha "FAJ"), no Laboratório da Marinha (LFM), nos Escritórios a serviço da Marinha do Brasil, dentro e forma de suas OI's e OM's, mas nunca tiveram seus Pisos Salariais pagos de acordo com o pago aos Trabalhadores em Estaleiros no Estado do Rio de Janeiro.

   Salários Justos são Direitos de quem Trabalha.

   Lutem, mas sem a utopia de que essa luta termina logo. Lutem por seus direitos, mas lembrem-se contra quem estão lutando.

   Não se enganem, há trabalhadores, conheço pelo menos dois e, um deles, um Engenheiro que iniciou sua luta, através do SENGE Rio, em 2006, e ganhou na Justiça, em 2015, o Direito receber o Piso da Categoria dos Engenheiros, algo em torno de R$7.092,00, mas a Estatal paga somente a ele esse piso. A Estatal não estendeu o Piso Salarial que ele conquistou na Justiça aos demais Engenheiros. Por isso, lutem na Justiça, mas sempre se lembrando que a Estatal está sempre disposta a ir até a última instância, sempre protelando a sentença.

   Lutem, mas nunca menosprezem àqueles que sabem que esse Processo pode demorar anos e que seus direitos ao justo não devem esperar década, mas são direitos que deveriam ter sido garantidos ontem.

12 comentários:

  1. O problema do ato de doação de sangue e que tem que se de dia e ninguem quer doar nada nem sangue a gente que é receber. no mpt tambem tem que se de dia. Todo mundo que conheço não tá a fim de se expor saindo cedo pra nenhum protesto não. Eu sempre falei que vc tem que marcar os protesto igual no dia 20 de maio depois do expediente lá pra 5 hora da tarde ou então ninguem vai.

    ResponderExcluir
  2. tomara que o sindicato convensa a empresa a paga pelo menos o ipca mes que vem e fazer o act.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se assinar acordo só com isso vamos nos vender barato!

      Excluir
  3. Ah reunião teve chegaram ah algum acordo de que lado esta nosso sindicato vamos espera. ...........

    ResponderExcluir
  4. eu quero meu ipca e meu direito . sera que ate o ipca os milicos aposentado que tao mamano nas teta da empresa vao embosar ?

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Alexandre,sabe se houve algum acordo entre Emgepron e sindicato?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maurício ligou para mim. Haverá uma Assembleia Geral. Pelo que ele informou, a Administração busca, realmente, ter um ACT assinado com o Sindimetal, mas sem ter que abordar pisos salariais.

      Excluir
  6. Nossa luta eh pelo piso salarial não por benefícios já basta aquela ridícula ajuda de alimentação 57$ reais

    ResponderExcluir
  7. Depois desse tempo todo de luta aceita oque eles querem da eh vergonhoso Parque lutamos esses anos todos pra isso........

    ResponderExcluir
  8. Nosso piso eh 2.350.temos que aprova isso que eh nosso por direito. Não oque eles querem da De que lado esta oh sindicato luto anos pra isso come na mão deles Abrão os olhos amigos oh sindicato já levo oh deles.

    ResponderExcluir
  9. Não lutamos na justiça por cestas básicas mais sim por salários que nos temos direito $ 2,350.

    ResponderExcluir
  10. Hahaha!! Anônimos falando "nossa" luta!! Tão "nossa" que meia dúzia tem coragem de dar as caras...

    ResponderExcluir

Quando um homem perde a fé em algo, ele perde a motivação de lutar por esse algo.

Devida situação atípica, os Comentários estão abertos.